Bacharelado ou Tecnólogo, afinal qual a melhor opção?

A decisão de um curso superior é muito importante e angustiante, são diversos caminhos a serem seguidos em diversas áreas. Mas além disso você deve (...)

Autor: Lucas Gomes

Estar no ensino médio é um período de muito aprendizado e tomada de decisões para o seu futuro pessoal e profissional – talvez as mais importantes da sua vida. Afinal, qual carreira devo seguir? 
Para responder a essa pergunta, alguns pontos deverão ser levados em consideração, como por exemplo:
 

  • Defina seus objetivos pessoais e profissionais?
  • Com o que mais me identifico?
  • Como é o mercado para esta área?
  • Quais as possibilidades de especializações?
  • Quais os estágios estarão disponíveis?

 
Tendo essas perguntas em mente, é indispensável você definir os seus objetivos, pois optar por uma carreira é uma tarefa angustiante, porém necessária.
Não deixe de pesquisar sobre as áreas que você tem levado em consideração, veja como está o mercado, quais as principais funções e onde você poderá chegar no futuro. Realize também uma autorreflexão, a fim de descobrir se aquele ramo é indicado para sua personalidade.
Mas mesmo após essas definições surge uma nova pergunta, qual devo fazer: Bacharelado ou Tecnólogo? Qual a diferença entre eles?
Calma que essas perguntas a gente te explica melhor nesse artigo. Então continue a leitura para descobrir tudo sobre o assunto e fazer a melhor escolha para seu futuro.

Tecnólogo: O que é, carreira e possibilidade

Muitas pessoas não sabem, mas o tecnólogo é um curso superior sim, diferente de um curso técnico. Para se matricular é necessário ter concluído o ensino médio, porém a sua duração é reduzida comparada com à um curso convencional de bacharelado, variando de 2 e 3 anos. Isso porque ele é mais direcionado na área escolhida
Os tecnólogos têm um cunho mais prático, mais “mão na massa”. Eles são bons para aqueles que já estejam inseridos em uma área mais específica e desejam obter uma formação superior. Mas ele não é dedicado somente para cursos de tecnologia, como muitas pessoas pensam.
Seus métodos e teorias são voltados à investigações e aperfeiçoamentos tecnológicos, buscando aplicar tais conhecimentos a processos, produtos e serviços. A grade curricular é montada de forma que o estudante consiga desenvolver competências profissionais baseadas em ciências, tecnologia, cultura e ética, sempre em busca de um desempenho responsável, consciente, crítico e criativo ao longo de sua carreira.

Carreira e mercado de trabalho 

Nos últimos anos o mercado criou nichos que só os tecnólogos conseguem ocupar pela sua flexibilidade. Sua grade curricular está sempre atualizada, visto que 20% de sua ementa passa por algumas alterações, planejando suprir as necessidades do mercado.
O profissional que consegue ter o espírito de liderança e ser criativo consegue se adequar de forma fácil no mercado de trabalho. É necessário ter um espírito coletivo, conseguindo um trabalhar em equipes, sendo necessários para quase tudo na vida.
Veja alguns cursos que estão em alta no mercado:

Perfil do aluno

A procura por esses tipos de curso tem aumentado nos últimos anos. Antes os alunos que buscavam esse tipo de graduação já estavam inseridos no mercado e queriam um diploma de curso superior. Eram pessoas entre 25 e 30 anos buscando uma melhor colocação no mercado.
Esse perfil permanece em busca dos cursos, porém outros grupos estão trilhando esse caminho, uma vez que esse tipo de graduação virou opções para novas profissões. Por isso, os jovens recém formados buscam essa formação, pois ela sequer existe no bacharelado.

Pontos positivos

  • Duração mais curta; 
  • É um curso mais prático; 
  • Boa abrangência de áreas; 
  • Flexibilidade; 
  • Mercado de trabalho abrangente.

Pontos negativos 

  • Pode haver uma certa desconfiança do mercado; 
  • Alguns concursos públicos mais específicos não aceitam o diploma de tecnólogo para a vaga.

Bacharelado: O que é, carreira e oportunidades

A graduação no estilo bacharelado é a mais conhecida e, por isso, acaba sendo a que muitos optam por realizar. Isso porque os seus cursos são mais abrangentes e abordam diversos assuntos, fazendo com que o aluno tenha um conhecimento mais amplo em diversas áreas.
Bacharel possui uma formação mais completa e abrangente que os tecnólogos. Os alunos possuem aulas que explicarão uma boa parte da teoria e matérias aplicáveis a realidade do mercado. 
Há alguns cursos de bacharelado que oferecem habilitações como, por exemplo, a formação em Comunicação Social, na qual o profissional pode optar por habilitar-se em Jornalismo, Relações Públicas, Publicidade e Propaganda, dentre outras. 
Existe também o bacharelado interdisciplinar, no qual você escolhe uma área de atuação e não um curso. Por exemplo, em vez de optar por Medicina, você escolheria a área da saúde. Nessa modalidade você elege suas matérias de uma forma mais generalizada, deixando a escolha profissional mais para o fim do curso. A grande vantagem disso é sair da faculdade mais especializado naquilo que escolher como profissão.

Carreira e mercado de trabalho

Ainda que a busca por tecnólogos tenha crescido muito nos últimos anos, a confiabilidade no bacharelado continua a frente. Em muitos concursos públicos por exemplo, é necessário que o aluno possua um bacharel, pois no edital um dos pré-requisitos é de um curso com duração de no mínimo 4 anos.
O bacharelado habilita o profissional não somente para trabalhar em determinada área, mas também para revisá-la, atualizá-la e repassar tal conhecimento. Há alguns cursos que têm um bom mercado e são buscados a cada dia mais pelos estudantes. Como por exemplo:

Perfil do aluno

O perfil para aqueles que desejam cursar um bacharelado é muito abrangente. Jovens que estão concluindo o ensino médio são a sua maioria, mas há pessoas que já são formados em bacharel e estão em busca de sua segunda formação, ampliando assim o seu conhecimento.
Em geral, pessoas que estão visando algo mais abrangente, que entendam todos os conceitos de como realizar aquela atividade e depois praticar de acordo com a realidade vivida dentro das empresas e que possibilita diversas ramificações buscam esse curso, pois pretendem ter uma formação sólida, ainda que seja mais demorado.
Normalmente as pessoas que estão iniciando o seu curso não sabem qual a linha de atuação que seguirão, procurando conhecer o todo durante a graduação e mais tarde especializar-se. Há também os casos daqueles que buscam cursos que são mais sólidos no mercado e que não possuem tecnólogos.

Pontos positivos 

  • Abrangência; 
  • Tempo para entender e escolher sua área de atuação;
  • Conhecimento básico em áreas diversas; 
  • Confiabilidade ao mercado.

 Pontos negativos 

  • Dura, no mínimo, 4 anos; 
  • Pouco aprofundamento, podendo exigir uma pós-graduação para especialização;
  • Alguns cursos exigem que você passe em uma prova para atuar na área (como a OAB para os bacharéis em direito e a residência para os médicos).

Afinal, qual a melhor opção?

Agora que você já conhece mais sobre os cursos tecnólogos e de bacharelado, conseguiu decidir qual é a melhor opção? A verdade é que essa é uma resposta muito pessoal. Antes de fazer essa importante escolha, analise seus objetivos de vida e seu perfil como profissional.
Se você já está inserido no mercado e tem pressa em crescer, é uma pessoa mais prática e técnica e gosta de executar, os cursos de tecnólogos seriam uma boa pedida. Pense na área em que você atua e escolha um curso voltado para isso — desta forma você só terá a ganhar.
Agora, se você é uma pessoa que gosta de conhecer todo um contexto por trás de uma explicação, que não tem tanta pressa em entrar no mercado de trabalho e prefere estudar e se especializar bastante antes de decidir em qual área quer atuar, sua escolha deve ser pelo bacharelado.
A única pessoa que poderá definir qual é a melhor opção de graduação é você mesmo. Leve em consideração os conselhos e dicas que recebe, mas esteja ciente que essa escolha deve ser feita única e exclusivamente por você, afinal, a profissão que escolher será sua pelo resto da vida (a não ser que decida começar tudo de novo, o que não é nenhum problema!).
Em se tratando de cursos de graduação, não há uma escolha melhor ou pior, mas sim uma opção correta para cada estudante. O mais importante de tudo é saber o máximo possível sobre cada tipo de curso, analisar seus prós e contras e sua aplicação e afinidade com sua vida. Portanto, não tenha pressa em decidir, analise cada uma das opções e decida o melhor para o seu futuro.
Esperamos que nossas dicas o ajudem nessa jornada interna que permeia seu futuro. E então, bacharelado ou tecnólogo? O que você acha que combina mais com o seu perfil? Deixe nos comentários qual você escolheria.
Gostou do nosso artigo? Então compartilhe com os amigos e os ajudem a tomar decisão tão importante em nossas vidas. Se tiver qualquer dúvida, comente aqui embaixo que vamos te ajudar de alguma forma.
[rock-convert-pdf id=”3561″]

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!