5 dicas ao fazer webdesign para o público infantil

Com cada vez mais crianças na web, a busca por profissionais que entendam de webdesign para o público infantil também deve aumentar. Confira 5 dicas!(...)

Autor: Redação Impacta

Uma pesquisa realizada pela Comissão Econômica para América Latina e o Caribe (CEPAL) mostrou que no Brasil, uma em cada cinco crianças passa ao menos 2 horas do dia na internet. E com um número cada vez mais expressivo de baixinhos de olho na web – seja para assistir aos episódios da Galinha Pintadinha no Youtube ou para jogar algum game online – a busca por profissionais que entendam de webdesign para o público infantil também tende a aumentar. Porém, pensar em sites para a meninada não é tarefa fácil.

Por isso, vamos listar aqui 5 dicas importantíssimas para quem deseja entrar neste colorido mundo rodeado de links e desenhos.

 Hoje é muito importante pensar no webdesign para o público infantil

1 – Use cores vivas e brilhantes

Esqueça o clima calmo e minimalista, aqui a regra é chamar bastante a atenção. Cores vivas ajudam a criar um ambiente positivo, mesmo para aquelas crianças mais rabugentas. E até os pais costumam gostar de deixar os filhos em ambientes mais coloridos. Além disso, nada melhor do que botões e cenários brilhantes para capturar o interesse da meninada na telinha.

2 – Crie um clima feliz

Todos sabem o quanto as crianças gostam de ver e rever por milhares de vezes os mesmos desenhos. E isso pode acontecer com o seu site, basta pensar na experiência daquele pequeno usuário.

Quanto mais feliz e divertido for o clima daquela página, mais tempo a criança irá ficar e mais vezes ela retornará. Em alguns sites da Disney, por exemplo, o Mickey Mouse é quem dá as boas-vindas e conduz a navegação pelas telas. E acredite: a quantidade de horas gastas por ali não é nada baixa.

3 – Aplique elementos da natureza

Apesar de todo o clima lúdico, é bastante interessante usar elementos da natureza na hora de criar o webdesign voltado para o público infantil.

Crianças são facilmente estimuladas por elementos já conhecidos (como árvores, montanhas, chuvas e animais), uma vez que seu repertório de experiências ainda é limitado. E nem precisa disfarçar. Pode abusar das imagens em tamanhos gigantes sem o menor problema.

4 – Crie interações a partir de animações, sons e vídeos

Não importa se você vai usar o Flash ou HTML 5, contanto que seu site seja animado e responsivo, isso é o que interessa.

Crianças são muito mais apegadas aos movimentos do que os adultos, por isso, um site estático não é algo prazeroso para elas como seria para adultos. E como internet rápida e ferramentas de transmissão de áudio e vídeo são coisas bem difundidas por aí, não tem motivo para você deixar sua página quieta.

5 – Projete uma parte voltada para os pais

O webdesign é voltado para as crianças, mas os pais também devem saber de tudo sobre aquele site. Por isso, ao criar páginas para o público infantil, pense também em criar uma sessão de FAQ para os adultos mais corujas e até se não seria legal ter uma ferramenta para deixar por conta dos adultos classificar a idade mínima necessária para aquele ambiente.

Gostou das dicas? Quer saber como começar a criar páginas voltadas para os baixinhos?

Procure alguns dos nossos cursos de desenvolvimento e criatividade. Com estes cursos no currículo, produzir sites para o público infantil vai ser muito fácil!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!