Minha Conta
Recuperar Senha

Digite seu endereço de e-mail que foi cadastrado e enviaremos seus dados de acesso.

Minha Conta

A senha deve conter no mínimo 6 caracteres.

Ao se cadastrar, você concorda com a Política de Privacidade e Segurança

Mudar Data: Photoshop CS6 Módulo I
Preço
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
  Itens Preço
Carrinho de Compras
O carrinho está vazio.
INVESTIMENTO TOTAL:0,00

Esqueci minha senha

Foi enviado um e-mail para com os dados de acesso.

7 dicas simples para fazer a manutenção de notebooks

Alguns procedimentos mais simples da manutenção de notebook podem ser feitos em casa. Dessa forma, pode-se poupar algum dinheiro. Mas lembre-se, problemas mais complicados devem ser analisados por um profissional de hardware para evitar danos maiores!

Os notebooks sofrem mais desgaste em relação aos PCs, pois são portáteis, e, portanto, acompanham mais o usuário em sua rotina diária, sendo transportado em viagens e para o trabalho, entre diversas outras situações. Por isso, manter sua manutenção em dia é muito importante para que seu notebook não te deixe na mão no momento em que você mais precisar dele.

Neste post, daremos 7 dicas simples de manutenção que podem ser executadas pelo próprio usuário. Acompanhe!

1. Limpeza externa do notebook

Um paninho levemente umedecido, de preferência de microfibra ou de qualquer outro material que não solte fiapos, já é o suficiente para tirar a sujeira do seu notebook. Lembre-se de que não se deve passar produtos químicos de limpeza no seu aparelho, especialmente na tela.

Cotonetes podem ser usados para a limpeza entre as teclas. E não se esqueça de limpar bem o trackpad, que costuma acumular mais gordura dos dedos.

Para as entradas e saídas de ar, bem como as portas USB, borrifar ar comprimido é a solução ideal. Esse produto é vendido em latas spray, e você o encontra facilmente em casas de eletrônica.

2. Checagem dos parafusos

Como você acaba movimentando bastante o aparelho durante o uso, e, principalmente, se você já o deixou cair alguma vez, é preciso verificar o aperto dos parafusos do seu notebook. Para isso, basta acessar a tampa traseira do aparelho. Dê uma atenção especial aos os parafusos das extremidades, que são os que costumam folgar mais.

Os parafusos da tela geralmente ficam sob pequenos adesivos de borracha. Dessa forma, só retire as borrachas autocolantes se detectar alguma folga na estrutura ao redor da tela ou da dobradiça.

Para fazer o aperto, use uma chave Philips de boa qualidade. A ferramenta com ponta gasta poderá espanar os parafusos, que são bem pequenos e frágeis.

3. Troca de bateria

Se você cuidou bem do seu notebook, a bateria será o primeiro componente a estragar. Isso porque elas têm um ciclo de vida útil de aproximadamente 3 anos. Se é o seu caso, você pode encomendar a peça de reposição diretamente do site do fabricante ou comprá-la em lojas especializadas.

Fique atento ao modelo de seu notebook. Normalmente, essa informação e o número de série ficam disponíveis em um adesivo, na parte detrás do aparelho. É com esses dados que você solicitará a bateria ao lojista.

Uma dica é comprar uma bateria 7800 mAh, pois elas podem dar até 77% de autonomia a mais do que as de 4400 mAh. Verifique se há essa opção para o seu modelo de notebook. Normalmente, as fabricantes as disponibilizam.

Veja dicas para fazer a manutenção de notebooks

4. Limpeza de arquivos temporários e lixeira

Para realizar uma limpeza desses arquivos pelo próprio Windows, vá pelo caminho Iniciar/Todos os Programas/Acessórios/Ferramentas do Sistema/Limpeza de Disco. Selecione, nessa janela, "Arquivos temporários de internet", "Arquivos da lixeira" e "Arquivos baixados". A partir daí, é só clicar em "Ok" e esperar o término do processo de limpeza.

Para uma limpeza mais aprofundada, incluindo arquivos de registro, recomenda-se um software especializado, como a ferramenta gratuita CCleaner.

5. Programas pesando a inicialização de seu note

Normalmente, ao instalar alguns programas, eles passam a inicializar automaticamente junto com o Windows, como o Spotify. Isso ocasiona mais peso para sua memória RAM, pois esses programas ficam sempre rodando em segundo plano, e aumenta a demora na sua inicialização.

Como o único programa que realmente precisa ter a inicialização automática no logon do Windows é seu antivírus, para um bom desempenho, é crucial excluir todos os outros. Para fazer isso, basta clicar no campo de pesquisa, digitar "msconfig" e apertar Enter.

Desmarque todos os programas desnecessários para a inicialização do seu computador, deixando apenas os essenciais para seu uso. Depois, clique em "Aplicar" e "Ok". Está feito!

6. Verificação de disco

Se seu computador está inexplicavelmente lento, talvez seja hora de verificar a existência de um bad block, ou de algum setor defeituoso no HD. Para checar isso, felizmente, também há uma ferramenta no próprio Windows.

Para acessá-la, navegue para "Meu computador", acesse sua unidade onde está instalada o Windows, clique em "Propriedades", depois selecione "Ferramentas" e "Verificação de erros", e clique em "Verificar agora". Espere o processo terminar e confirme.

Outra possibilidade é a de que seu HD esteja muito fragmentado. Isso ocorre por causa da quantidade de vezes que se instala e desinstala programas. Por isso, é preciso desfragmentar seu disco rígido de vez em quando, para que os arquivos sejam rearranjados de forma que possam ser lidos mais facilmente pela agulha do hard disc.

Para realizar esse procedimento pelo próprio Windows, é só acessar o Desfragmentador de Disco, que também está em "Ferramentas do Sistema". Se o seu HD está particionado, selecione a unidade que quer desfragmentar e inicie o processo.

Mas fique atento: esse recurso não se aplica aos SSDs. Se você tem um dispositivo desses (que são bem mais rápidos do que os HDs convencionais), não desfragmente o disco, pois tal procedimento pode danificar seu SSD.

7. Programas para proteger seu computador de vírus e outras pragas virtuais

Seu computador, principalmente se o sistema operacional for Windows, precisará de proteção contra as ameaças virtuais. Portanto, é preciso verificar sempre como está seu antivírus, se a licença não expirou e se as varreduras e atualizações estão sendo feitas.

Além do antivírus, um antimalware também é de grande utilidade. Por isso, recomenda-se que se baixe um programa como o Malwarebytes Anti-Malware, que é uma ferramenta específica para detecção desse tipo de ameaça virtual.

Mas lembre-se de que nunca se deve usar mais de uma ferramenta antivírus na mesma máquina, pois as detecções e itens em quarentena dos dois programas entrarão em conflito.

Para reparos de problemas mais sérios, é essencial levar seu notebook a uma assistência técnica de confiança. Manutenção de notebook demanda experiência do técnico e ferramentas adequadas, portanto, não corra o risco de estragar seu aparelho aventurando-se em consertá-lo.

Gostou dessas dicas para manutenção de notebooks? Para ter acesso a mais conteúdos como este, curta nossa página no Facebook!

 
 
[fbcomments url="" width="100%" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

Artigos Relacionados