Minha Conta
Recuperar Senha

Digite seu endereço de e-mail que foi cadastrado e enviaremos seus dados de acesso.

Minha Conta

A senha deve conter no mínimo 6 caracteres.

Ao se cadastrar, você concorda com a Política de Privacidade e Segurança

Mudar Data: Photoshop CS6 Módulo I
Preço
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
  Itens Preço
Carrinho de Compras
O carrinho está vazio.
INVESTIMENTO TOTAL:0,00

Esqueci minha senha

Foi enviado um e-mail para com os dados de acesso.

Veja como funciona o uso de banco de dados no Android

Desenvolvedor é uma das 7 profissões do futuro que estarão em alta nos próximos 5 anos e, com o mundo cada vez mais conectado, é necessário que esse profissional domine também a programação para sistemas operacionais de tablets e smartphones.

Para entrar de cabeça no mundo da programação mobile é preciso primeiro entender como os bancos de dados funcionam nesses dispositivos. Que tal começar pelo sistema operacional mais usado no mundo inteiro em aparelhos móveis? Aprenda como funciona o uso de banco de dados no Android!

O que é banco de dados?

Henry F. Korth é um professor PhD pela Universidade de Princeton e ajudou a definir o conceito do que entendemos hoje como “banco de dados” ou, no inglês, database, ao lado do israelita Abraham Silberschatz.

Segundo Korth, banco de dados são “bibliotecas de dados relacionados entre si e que representam informações sobre um determinado domínio”. Ou seja, o banco de dados está presente em qualquer sistema que necessite armazenar informações, do cartucho em 64 bits do Super Mario World, que precisava “gravar” em que fase o jogador parou de jogar, até bots baseados em machine learning, passando também por sistemas operacionais de complexidade média, como o banco de dados no Android — o SQLite.

O que é SQLite?

O SQLite é o nome do banco de dados interno no Android e está disponível em todos os dispositivos que utilizam o sistema operacional. Como o próprio nome sugere, ele é mais leve que os databases convencionais de sistemas operacionais, mas nem por isso menos robusto.

O SQlite permite que acessemos de forma prática os dados dos usuários ou das aplicações do dispositivo, sem nenhuma necessidade de criarmos bibliotecas adicionais. Os engenheiros do Google não economizaram e disponibilizaram no database classes para as mais diversas finalidades, acompanhadas de uma extensa e detalhada documentação.

O uso do SQLite é considerado por especialistas como a jogada de mestre do Google. Ele, mais o fato do sistema operacional ser baseado no código aberto do Linux, transforma o Android em uma ótima porta de entrada para quem deseja aprender a desenvolver para mobile.

Veja como funciona o uso de banco de dados no android

As vantagens do banco de dados no Android

Ao disponibilizar uma série de classes já configuradas no banco de dados do próprio sistema operacional, o Google facilitou o trabalho dos desenvolvedores que não precisam criar a fonte de dados, apenas desenvolver códigos para acessar as já existentes.

Por exemplo, é possível fazer a personalização dos cursores apenas acessando uma classe dentro da classe ContextoDados — a ContatosCursor. Não se assuste! Esse não é nenhum bicho de sete cabeças. Realizar essa ação na prática é muito mais fácil do que na teoria, é apenas uma questão de estudar e testar.

Já disponibilizar as classes com informações dos usuários e dos aparelhos permite que os aplicativos desenvolvidos para Android ocupem menos espaços e rodem mais facilmente nos smartphones e tablets.

Agora você já sabe o suficiente sobre banco de dados no Android para se aventurar no mundo do desenvolvimento mobile. Mas não pare por aí! Procure um curso especializado e com referências no mercado para aprofundar os seus conhecimentos e se tornar um especialista.

Para saber ainda mais, receba na sua caixa de entrada os melhores conteúdos sobre desenvolvimento para dispositivos móveis e as principais tendências e carreiras no mercado de tecnologia. Assine nossa newsletter!
[fbcomments url="" width="100%" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

Artigos Relacionados