Minha Conta
Recuperar Senha

Digite seu endereço de e-mail que foi cadastrado e enviaremos seus dados de acesso.

Minha Conta

A senha deve conter no mínimo 6 caracteres.

Ao se cadastrar, você concorda com a Política de Privacidade e Segurança

Mudar Data: Photoshop CS6 Módulo I
Preço
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
  Itens Preço
Carrinho de Compras
O carrinho está vazio.
INVESTIMENTO TOTAL:0,00

Esqueci minha senha

Foi enviado um e-mail para com os dados de acesso.

Saiba como se preparar para a ascensão dos dispositivos móveis

De acordo com a International Data Corporation – IDC, empresa mundialmente conhecida na área de pesquisas de mercado, o universo dos dispositivos móveis alcançou em 2016 a inacreditável marca de 7,22 bilhões de unidades, ultrapassando o número de pessoas que varia entre 7,19 bilhões e 7,22 bilhões!

Ou seja, grande parte da população mundial está, de alguma forma, conectada por meio de gadgets! Dessa maneira, quem trabalha ou pretende trabalhar com manutenção de smartphones ou tablets precisa se antenar às características do setor, bem como às suas tendências.

O que você precisa aprender para a ascensão dos dispositivos móveis?

Para ser procurado no mercado, você precisa se preparar para os dispositivos móveis

iOS, Android e Windows Phone: quais as diferenças entre os sistemas?

No que diz respeito ao domínio no setor, a liderança no Brasil é soberana por parte do Android, que detém 88,73% do mercado de sistemas operacionais para smartphones e tablets. Se fosse F1, diríamos que o líder Android nem consegue enxergar seus adversários no retrovisor, o Windows Phone (6%), o iOS (4,7%) e o BlackBerry (0,27%)!

O iOS, sistema operacional desenvolvido exclusivamente para a o iPhone da Apple, é o mais intuitivo dos três. Conhecido no mercado pela sua melhor performance em relação aos concorrentes, além de seu design consagrado, esta joia da Apple tem como pontos negativos, no entanto, os altos preços do aparelho, as poucas possibilidades de personalização das funcionalidades, além da incompatibilidade com a maioria dos periféricos de outras marcas.

Uma outra questão interessante é que como a empresa da maçã não adota a política de substituição de peças individuais, se o aparelho for danificado, há uma chance grande de ter que substituir a peça completa.

Já os aparelhos que utilizam o Android e Windows Phone (LG, Samsung, Dell, HTC, etc.) possuem custo de manutenção mais baixo, haja vista a imensa quantidade de peças disponíveis no mercado. O que fez o Android se tornar líder de mercado foi justamente o fato de ter uma plataforma licenciável, estratégia que expandiu sensivelmente os negócios da companhia.

Tipos de processadores

Com relação aos processadores, os maiores players do mercado são, sem dúvida, as famílias Exynos (Samsung), Snapdragon (Qualcomm), Atom (Intel), AX (Apple) e Tegra (NVIDIA). Entretanto, não há como definir a uma só palavra o melhor ou o pior do mercado: todos os processadores possuem versões mais simples e outras mais sofisticadas.

O que vale observar, nesse caso, são detalhes como a quantidade de núcleos (single ou dual core), a necessidade de que o modelo tenha clock de pelo menos 1 GHz e memória mínima de 1 Gb de RAM.

O que esperar no futuro dos dispositivos móveis?

Preparar-se para a ascensão dos dispositivos móveis envolve estar de olho no que está para surgir e se antecipar às tendências, com muita pesquisa e aprofundamento em áreas específicas. Exemplos:

Popularização da automação doméstica: embora o mundo esteja cada vez mais conectado, nossas casas ainda possuem a mesma dinâmica de séculos passados. O uso de smartphones e tablets no monitoramento à distância e execução de comandos diversos (como acender luzes, ligar/desligar aparelhos eletrônicos) tende a ser cada vez mais comum.

Dessa maneira, estudar a  fundo o setor de automação doméstica é uma forma interessante de se preparar para o futuro do universo mobile!

Realidade aumentada: a ideia aqui é misturar a realidade com as possibilidades de aumento de informações dessa realidade, por meio de um dispositivo mobile. Na prática, a tendência é que haja a possibilidade de usar a câmera de seu smartphone para ampliar uma imagem que esteja à sua frente, obtendo detalhes imperceptíveis a olho nu, como por exemplo onde há algum bom restaurante a quilômetros a sua frente.

Smartphones x relógios inteligentes: os smartphones lideram a intermediação do acesso dos usuários às redes sociais. Entretanto, segundo uma pesquisa recente da Ericsson, a tendência nos próximos anos é que este gadget passe a disputar espaço com outros dispositivos móveis que passarão a oferecer a mesma função, como relógios inteligentes ou outros acessórios de vestuário.

Telas flexíveis: a Nokia é uma das empresas que já está trabalhando nessa tecnologia, que irá fazer com que o usuário possa reduzir ou ampliar o aparelho de acordo com sua necessidade.

E então, preparado para o futuro? Algumas dessas novidades podem aparecer no mercado em poucos anos! Consegue imaginar outras possibilidades? Deixe um comentário!

Veja mais: O que é necessário para ser um bom profissional de hardware?

[fbcomments url="" width="100%" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

Artigos Relacionados