Minha Conta
Recuperar Senha

Digite seu endereço de e-mail que foi cadastrado e enviaremos seus dados de acesso.

Minha Conta

A senha deve conter no mínimo 6 caracteres.

Ao se cadastrar, você concorda com a Política de Privacidade e Segurança

Mudar Data: Photoshop CS6 Módulo I
Preço
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
  Itens Preço
Carrinho de Compras
O carrinho está vazio.
INVESTIMENTO TOTAL:0,00

Esqueci minha senha

Foi enviado um e-mail para com os dados de acesso.

Certificações: ter ou não ter?

Certificações são tão especiais assim? Bem, realmente me peguei em diversos momentos com este pensamento, buscando resposta a essa questão aparentemente simples. As certificações são (ou deveriam ser), a comprovação de que o profissional tem um mínimo de conhecimento e capacidade de exercer uma determinada atividade. Significa que o especialista conhece termos técnicos e configurações de um determinado assunto, seja ele de cunho técnico ou não.

Se observarmos bem as certificações estão presentes em nossa vida à todo momento. Quando somos pequenos temos a comprovação de saúde atestada por uma carteiras de vacinação, isso indica de forma básica que recebemos todas as vacinas e comprova que nossa chance de contrair doenças conhecidas pela idade diminui.  Já quando maiores podemos tirar a carteira de habilitação após estudar e provar aptidão para guiar um veículo de um ponto A a um ponto B. Veja bem, cito dois exemplos completamente diferentes neste texto para ilustrar documentos e momentos em que é exigido algo que comprove um determinado processo ou situação.

Ter uma certificação pode representar um crescimento profissional

Pelo tempo de experiência que tenho dentro da área de Tecnologia da Informação (vulgo TI), posso atestar diversas mudanças e desafios, porém agora com outros olhos. Quando decidi estudar fortemente para me certificar em provas específicas como as provas do MCSA e o MCTS da Microsoft, isso lá pelo ano de 2006. Notei que existia um mundo completamente único e sem vídeos ou livros que explicassem seu momento de aplicação e seus cenários mais marcantes. Ao aplicar o conteúdo estudado em meu dia a dia, notei que os desafios ficavam mais fáceis, ou como escutei um aluno dizer, eu havia ganho XP (experiência).

Também estudei muito conteúdo que foge a área técnica e se direciona ao negócio como por exemplo os frameworks ITIL, Cobit, Scrum, 6 sigma... Isso permitiu entender os departamentos que dependiam da TI e sua expectativa quando o suporte demorava ou quando algo não os permitia entregar o resultado do trabalho a seus gestores. Entendi a frustração do ser humano por trás do funcionário incapaz de lidar com uma situação tecnológica que saia de seu controle.

Estudei tudo o que pude por muito tempo e isso me permitiu adequar a visão anterior (bem simplista para ser honesto), de um objeto operacional à uma visão estratégica de negócio aplicada. Comecei a entender melhor as tomadas de decisão de meus líderes, o que me ajudava muito, pois era possível antecipar os passos de diversas situações, tanto técnicas quanto de negócios.

Antecipar-se a situações novas imaginando seu resultado permite o aumento de um fator chamado resiliência. Quando não podemos impedir um impacto negativo, é necessário avaliar todo o tipo de formato de recuperação, ou seja, como posso me recuperar o mais rápido possível desse impacto. A crise que se instalou em nosso país esta tirando o sono de muitas pessoas, porém tudo passa e para aqueles que se prepararam antes, é possível aguentar mais tempo e se recuperar mais rápido. A palavra de ordem que quero deixar aqui é resiliência.

Certificações podem direcionar sua carreira

As certificações quando bem estruturadas auxiliam o ser humano a direcionar sua carreira e melhorar seu índice de resiliência, pois até mesmo quando buscam novos desafios este requisito é levado em consideração. A certificação ajuda muito a chegada até um entrevistador, em uma determinada vaga de trabalho com perfil singular. Veja bem, certificar-se assimilando o conteúdo proposto é bem diferente de decorar conteúdo, portanto para que um especialista se torne mais resiliente é necessário não só o conhecimento técnico mas também o conhecimento do negócio por trás das áreas técnicas. A certificação por si só não garante uma posição privilegiada.

A grande sacada das certificações não está em sua conquista, mas sim em seu preparo. Quando o profissional estuda para se preparar para uma prova, começa a lapidar cenários virtuais (realidades virtuais), dentro de um contexto externo, seja ele de pequeno ou grande porte. Tais cenários são vividos e revividos no mundo real com uma absurda quantidade de pontos extras de dificuldade.

Quando o profissional estuda esta um passo mais próximo de encarar desafios mais complexos, portanto acredito que o período de preparo é mais vantajoso que o dia D, quando é preciso sentar-se em frente a um computador na sala de exames. Os profissionais que passam nas provas podem se gabar somente por períodos curtos de tempo, pois vencido o desafio da conquista da certificação, o conhecimento adquirido pelo preparo intenso começa a deteriorar gradativamente.

A certificação facilita muito a chegada em boas empresas e o reconhecimento financeiro, mas somente o estudo constante permite ao especialista manter realmente sua especialidade ativa. Eu acredito que profissionais que estão sempre se reciclando para manter viva cada prova que fizeram em relação a fabricantes como Microsoft, Cisco, Oracle (entre outros), são mais experientes e acompanham melhor cada mudança de negócio dentro da realidade de TI.

Sim amigos. Acredito realmente que as certificações são o caminho para uma vida mais tranquila, pois é exatamente o manuseio prático de ferramentas que mantém tudo funcionando perfeitamente. Tudo o que estamos vivendo em comunicação unificada, convergência de redes, compartilhamento de dados e até mesmo a base da internet semântica, só funciona graças a seres humanos que estão constantemente evoluindo com sua forma de aplicar o conhecimento.

E como demonstrar para o mercado de trabalho que realmente domino uma determinada ferramenta além da experiência?

Com o aval do fabricante. A certificação permite ao avaliador coletar dados iniciais de um determinado ser especialista para uma primeira análise, seguindo em muitos momentos para uma segunda etapa, que certamente colocará a prova o real conhecimento apresentado pelo estudo da certificação.

Conheço especialistas em TI que são verdadeiros mestres no que fazem, sem ter prestado oficialmente nenhuma prova. Como fica então a questão das certificações para tais especialistas? Bom, quando um processo seletivo leva em conta inicialmente a titulação técnica, é muito provável que tais especialistas fiquem de fora. Realmente temos um problema sério, pois isso faz com que as empresas não encontrem o especialista que precisam e que também pode naquele exato momento precisar trabalhar.

Certificar-se não é garantia de um grande conhecimento, mas pode ajudar muito com o primeiro contato para novas oportunidades. A experiência do dia a dia fará com que o restante se encaixe em seu devido ritmo, porém acredito que as certificações sejam um caminho menos árduo até uma determinada vaga de trabalho.

Certifique-se para diminuir as barreiras e use o conhecimento e a sabedoria como ferramentas que permitirão a chegada ao sucesso. Somente com tal entendimento é que o profissional se torna uma peça chave dentro de qualquer corporação.

Esse conteúdo foi postado originalmente no blog da HTBRAZ Connect, em 13 de novembro de 2015, e pode ser conferido aqui.

Tenha as melhores certificações oficiais do mercado de tecnologia! 

Se você quer ter uma certificação oficial ou com amplo reconhecimento de mercado, nada melhor do que procurar quem tem os treinamentos preparatórios oficiais. E esse lugar é na Impacta. Conheça as certificações.

[fbcomments url="" width="100%" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]
  1. Herbert

    Gostei da matéria mestre Eduardo!
    Pretendo fazer a certificação para Microsoft Excel pois já dei aula na Microlins, mas o custo acho salgado. Existe algum preparatório para este certificado um tipo simulado ?
    Abraços

    Responder
    1. Eduardo Popovici

      Olá Herbert.

      Rapaz, simulados existem muitos pela internet, porém na hora será cobrado o manuseio com o Excel. As provas do pacote Office da Microsoft são práticas, ou seja, será aberto a tela para se fazer o que é solicitado, sempre com a menor quantidade de clicks possível, com o menor esforço administrativo. A Impacta apossui a certificação ICS, que pode ajudar com seus estudos antes de prestar uma prova oficial Microsoft. Vale muito a pena dar uma boa olhada nessa certificação chamada ICS na Impacta de São Paulo.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

Artigos Relacionados