Minha Conta
Recuperar Senha

Digite seu endereço de e-mail que foi cadastrado e enviaremos seus dados de acesso.

Minha Conta

A senha deve conter no mínimo 6 caracteres.

Ao se cadastrar, você concorda com a Política de Privacidade e Segurança

Mudar Data: Photoshop CS6 Módulo I
Preço
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
  Itens Preço
Carrinho de Compras
O carrinho está vazio.
INVESTIMENTO TOTAL:0,00

Esqueci minha senha

Foi enviado um e-mail para com os dados de acesso.

Eletrônicos vestíveis devem mudar o uso da tecnologia

O mercado da tecnologia não para nunca e, inevitavelmente, tem como um de seus próximos passos para uma nova era o avanço e popularização dos wearables, ou dispositivos vestíveis.

Muito mais do que relógios e óculos inteligentes, os eletrônicos vestíveis estão se tornando realidade para mudar a forma como nos conectamos e utilizamos a internet e a tecnologia.

Praticamente todos os especialistas em tecnologia apontam que no futuro estaremos sempre conectados - desde ao entrar no carro até ao fazer exercícios físicos - e os vestíveis são uma peça fundamental para isso.

Apesar de muita coisa ainda estar em fases de testes, alguns avanços são encarados como fundamentais para essa popularização. Veja como os Eletrônicos vestíveis vão mudar a forma como você utiliza e interage com a tecnologia:

Entrada da Apple no ramo dos vestíveis

Um dos maiores gadgets do mercado dos wearables é  Apple Watch. A entrada da Apple nesse ramo foi essencial para a popularização não só do dispositivo deles, mas de toda a tecnologia de vestir. Relógios inteligentes já existiam no mercado há um tempo, porém, com o nome da Apple e o sucesso entre o público o Apple Watch tende a ser um sucesso e tornar o usuário mais acostumado com esse tipo de tecnologia.

Vestíveis em diferentes formatos e funções

Para garantir o sucesso desses eletrônicos vestíveis é importante que os produtos apresentem formatos diversos, funções inéditas e usuais para o dia a dia. Nisso muitos dispositivos já apresentam opções variadas.

Um dos exemplos é a utilização de smartwatchs ou pulseiras inteligentes para controlar os filhos, permitindo que os pais possam localizá-los e receber avisos quando a criança chegou na escola ou em casa.

Também já existem diversos produtos que prometem fazer o controle de sua saúde, com opções que vão desde o monitoramento cardíaco até sensores que informam diretamente ao médico os possíveis problemas de um paciente de diabetes.

A Fitbit, umas das empresas mais conhecidas nessa área, está trabalhando em um monitor cardíaco com fotopletismografia reflexiva (PPG), que permite verificar alterações do volume sanguíneo nas veias.

Um outro exemplo de vestível que ajudará em sua saúde é o Lumo Lift, que pode ser colocado nas roupas como um broche, e te ajuda a manter uma postura correta na coluna, enviado alertas ao seu smartphone se estiver com curvaturas que prejudiquem a saúde das costas.

Os entusiastas dos eletrônicos vestíveis esperam que a tecnologia alcance ainda produtos como calçados, chapéus, roupas e outros acessórios, em breve, contribuindo para melhorar e facilitar a vida do usuário em todos os sentidos.

 O desafio para os vestíveis

O maior problema para tornar os wearables uma verdadeira realidade na vida das pessoas é a bateria. Todo mundo já está acostumado a carregar seu aparelho celular, mas ninguém gostaria de inconveniência de ter que ficar recarregando seus tênis, colares ou roupas, não é mesmo?

Por isso, os desenvolvedores de vestíveis estão trabalhando para vencer essa barreira e deixar o usuário com um produto de autonomia e que possa o inserir no mundo tecnológico com facilidade e usabilidade..

Você pode saber mais sobre dispositivos vestíveis aqui e aqui

[fbcomments url="" width="100%" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

Artigos Relacionados