Minha Conta
Recuperar Senha

Digite seu endereço de e-mail que foi cadastrado e enviaremos seus dados de acesso.

Minha Conta

A senha deve conter no mínimo 6 caracteres.

Ao se cadastrar, você concorda com a Política de Privacidade e Segurança

Mudar Data: Photoshop CS6 Módulo I
Preço
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
  Itens Preço
Carrinho de Compras
O carrinho está vazio.
INVESTIMENTO TOTAL:0,00

Esqueci minha senha

Foi enviado um e-mail para com os dados de acesso.

15 termos de designers que você deve conhecer – Parte II

No primeiro artigo desse especial, apresentamos 5 termos – Contorno, Curvilíneo, Justificado, Gestalt e Kerning – interessantes do mundo do design que você deveria conhecer se os seus interesses orbitam por essa área. Dando continuidade, trazemos mais 5 termos que todo artista gráfico e entusiastas devem ter em seu vocabulário.

6 - Monocromático

É quase senso comum – e completamente errado – as pessoas acreditarem que monocromático significa “preto e branco”. Na verdade, o termo apropriado de design é “escala de tons de cinza”. Monocromático significa, como sugere o radical -mono, “uma cor” – podendo ser qualquer tom.

O extremo oposto de monocromático é policromático, ou o menos utilizado variegado (termo de botânica), cujo significado implica em uma variedade de cores presentes. Quando necessário, opte por utilizar o primeiro termo pra ninguém te confundir com um especialista em plantas e sua coloração.

[caption id="attachment_2660" align="aligncenter" width="331"]6_Monocromatico_Mark_Tansey Pintura monocromática de Mark Tansey - em tons de vermelho. [/caption]

7 - Motivo (Motif)

Essa palavra é tão importante que prevalece em todas as formas de arte. Existem motivos musicais, motivos literários e, dentro de nosso tema, motivos de design. Em cada um dos casos, o termo se refere a um elemento importante e constantemente presente, principalmente em artes visuais e decoração. Padrões ornamentais normalmente contém um tipo de motivo, como um arranjo espiral ou floral, que aparece repetidamente em intervalos. Pegando uma expressão do mundo da música emprestada, pode se dizer que esses padrões dão e mantém o ritmo de uma peça de arte. Um motivo pode ser um elemento da iconografia de um tema em particular apresentado em outros trabalhos, como um papel de parede com detalhes de uma marca, como visto em aplicação de identidade visual, por exemplo.

[caption id="attachment_2662" align="aligncenter" width="331"]7_Motivo Em "O Iluminado", Stanley Kubrick utilizou motivos indígenas e geométricos na cenografia para para dar o tom desejado ao filme.[/caption]

8 - Sóbrio (Muted)

Sóbrio, além de seu uso mais conhecido, também é sinônimo de moderado, contido, comedido. Seu uso em design tem justamente essa conotação, sendo usado para se referir a cores que foram de alguma forma suavizadas ou “desbotadas”. Sendo mais técnico, cores sóbrias tiveram seu brilho diminuído, normalmente graças a adição de cores complementares ou tons de cinza. O oposto de sóbrio seria brilhante, vívido ou vibrante. Enquanto o uso de cores vibrantes próximas umas das outras gera um contraste alto, o de cores sóbrias faz exatamente o contrário.

[caption id="attachment_2668" align="aligncenter" width="319"]8_sobriedade No filme "Tarzan", as cores sóbrias são usadas somente nas cenas noturnas e chuvosas, quando o clima vívido da floresta desaparece.[/caption]

9 - Espaços Negativos

Espaço negativo, em referência ao espaço vazio entre os objetos em um design, é certamente um conceito de destaque entre designers. Alguns usam o espaço negativo para criar mensagens “secretas”, como a seta apontando para a direita entre o “E” e o “X” na marca da FedEx. Mesmo quando não usado para sacadas inteligentes, a quantidade de espaço negativo em um layout é importante para harmonia e proporção da peça final.

[caption id="attachment_2671" align="aligncenter" width="331"]9_Espaco_Negativo O "C" na marca do Carrefour é um exemplo de uso de espaço negativo.[/caption]

10 - Radial

O radical –raio (como em “raio de um círculo”) dá um dica do que esse termo significa: linhas irradiando de um centro em comum.  O padrão de raios de sol é um motivo comumente utilizado em layouts com estilo retrô e tem a vantagem de não precisar seguir uma linha reta, como nos efeitos de lens flare (aquele reflexo de luz que aparece na lente de câmeras).

[caption id="attachment_2673" align="aligncenter" width="331"]10_radial Elementos de design radial também são muito usados na arquitetura gótica.[/caption]

Muitos desses termos não estão realmente no léxico diário dos designers (talvez seus sinônimos), mas certamente o conhecimento do conceito por trás de cada um é indispensável para o sucesso dos trabalhos desses profissionais. Compartilhe conosco como você os utiliza e, claro, não deixe de conferir a última parte dessa série!

[fbcomments url="" width="100%" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

Artigos Relacionados