Minha Conta
Recuperar Senha

Digite seu endereço de e-mail que foi cadastrado e enviaremos seus dados de acesso.

Minha Conta

A senha deve conter no mínimo 6 caracteres.

Ao se cadastrar, você concorda com a Política de Privacidade e Segurança

Mudar Data: Photoshop CS6 Módulo I
Preço
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
  Itens Preço
Carrinho de Compras
O carrinho está vazio.
INVESTIMENTO TOTAL:0,00

Esqueci minha senha

Foi enviado um e-mail para com os dados de acesso.

12 dicas para criar um bom portfólio fotográfico

No mercado de fotografia a concorrência tem sido cada vez maior e poucos são os potenciais clientes e empresas com tempo hábil de analisar a fundo diversas obras, trabalhos e projetos de cada candidato em busca de uma colocação profissional. Uma das ferramentas cruciais para ganhar tempo e transmitir sua mensagem nesse sentido é o portfólio fotográfico.

Considerado cada vez mais importante e obrigatório que um currículo, um portfólio é uma relação demonstrativa de trabalhos já realizados por um profissional ou empresa. Mais do que elencar projetos de destaque em sua trajetória profissional para impressionar um possível cliente, um portfólio pode ser uma excelente ferramenta para transmitir mensagens de uma amplitude muito maior sobre quem o candidato é, sobretudo em áreas que trabalham mensagens através de imagens, como a fotografia.

Para um profissional dessa área, mesmo não estando em busca de emprego, montar e manter um portfólio é imprescindível. Criá-lo pode parecer uma tarefa árdua, mas hoje já existem muitas plataformas, como o Flickr, que facilitam e muito esse projeto essencial em sua apresentação e divulgação pessoal ao mercado. Se você está passando por essa fase, aqui vão algumas dicas para te deixar bem na foto:

Seja sucinto

Em um portfólio, quantidade em si não significa muita coisa. É preferível apresentar 15 trabalhos muito bons a 50 medianos. Se quem visualizar seu portfólio se interessar por ver mais, vai pedir mais. Busque inserir de 15 a 20 imagens aproximadamente.

Pense em seu cliente

Um ponto importante na seleção das imagens que irão compor seu portfólio é pensar no tipo de cliente que você busca. Se você é um fotógrafo de eventos, como casamentos, batizados, festas de debutante, não faz sentido montar seu portfólio com peças de um editorial de moda. Mantenha seu portfólio coerente e coeso, com um foco único.

Seja multiplataforma

O ideal é estar preparado para apresentar seus trabalhos em qualquer circunstância. Procure disponibilizá-lo online, impresso e digital para plataformas móveis.

O portfólio fotográfico online é bom para ser visualizado em qualquer computador ou smartphone, podendo ser compartilhado com muito mais facilidade e alcançando mais público para seu trabalho.

Já o portfólio impresso é ideal para levar pessoalmente em agências ou clientes. O trabalho de imprimi-lo e diagramá-lo corretamente garante pontos estéticos e causa boa impressão em qualquer seleção.

O portfólio digital offline, por sua vez, é ideal por estar disponível em plataformas móveis, como celulares e tablets, de maneira prática, emergencial e independente de conexões com a web.

Ilustre qualidade

Conforme a 1ª dica, apenas suas melhores imagens devem constar em seu portfólio. Busque manter um foco único em suas imagens e passar uma mensagem coerente através delas. Não se preocupe em exibir imagens que não revelem seu melhor. Ao prender a atenção de alguém com uma imagem excelente, faça cada uma das próximas contar.

Comece prendendo a atenção

Comece com um trabalho bombástico. Aquela foto excepcional e única que o distingue de outros fotógrafos. O primeiro trabalho apresentado deve ser forte o suficiente para prender a atenção do visualizador, mesmo que os próximos sejam um pouco menos impactantes.

Simplifique no meio

Não há filtro em um portfólio, e é difícil deixar o emocional de lado e classificar seus trabalhos como medianos ou ruins. Mas o fato é que o meio de seu portfólio provavelmente será visualizado com menos atenção, enquanto a pessoa fala com você, por exemplo, e não há motivo para inserir muitos trabalhos de excelência nessa área. Comece com uma imagem impactante, insira algumas mais simples e comece a subir o nível novamente, até um final arrebatador que estabeleça o tom de seu trabalho.

Termine com impacto

Gradativamente, da metade ao final, você deve buscar sintetizar tudo o que foi mostrado e fechar com chave de ouro. Para sua última imagem, escolha mais um trabalho de destaque. É importante que a última imagem que fique na cabeça do visualizador seja marcante e memorável.

O que a imagem diz de você como fotógrafo?

Além da qualidade, cada imagem deve estar ligada a algum aspecto de sua visão e habilidade. Ao escolher imagens, pergunte-se “O que essa imagem diz de mim como fotógrafo?” Se mais de uma imagem praticamente diz a mesma coisa, considere escolher apenas uma delas. Abrangência não deve ser percebida como falta de foco.

Não submeta seu portfólio à avaliação prévia

Por mais que seus amigos e família aprovem e encorajem seu trabalho, portfólios não devem ser definidos por um comitê. O emocional ou a provável falta de repertório técnico podem atrapalhar a seleção de imagens que realmente causem impacto a quem entende do assunto. Se necessário, apresenta algumas imagens similares e peça opiniões para escolher uma delas.

Mantenha-o atualizado

Esta pode ser a etapa mais desafiadora de um bom portfólio. Uma vez estabelecido, mantenha-o o mais atualizado possível. É natural que conforme você se desenvolve como fotógrafo, acrescente elementos e técnicas diferentes a seu estilo. Não deixe de ilustrar essa evolução em seu portfólio.

Legende suas fotos

Por vezes, potenciais clientes podem olhar suas fotos desejando saber de que se tratam, onde foi tirada ou até para contratar a modelo da foto em questão. Pode ser um diferencial nomear ou legendar suas fotos, ou até mesmo mencionar as ferramentas, técnicas e lentes utilizadas na composição em questão.

Destaque seus contatos

Sobretudo em seu portfólio online, onde a pessoa muito provavelmente visualizará seu trabalho sem sua presença, não se esqueça de destacar sua “marca”, ou seja; seu nome (ou o nome de seu estúdio) e seus contatos. Se possível, com links para e-mails diretos ou redes sociais. Isso economiza tempo e facilita os contatos posteriores.

Seja utilizado para atrair clientes, garantir emprego ou apenas reunir uma coleção de projetos realizados, um portfólio é sua assinatura; uma relevante ferramenta para causar uma boa e efetiva impressão sobre quem você é e o que seu trabalho representa. Resumindo, busque mantê-lo sucinto, atualizado e contendo seus trabalhos de maior destaque. E esteja preparado para utilizar essa ferramenta sempre que necessário.

Gostou das dicas? Deixe seu comentário!
[fbcomments url="" width="100%" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

Artigos Relacionados